Criando uma VIEW no Banco MySQL

Uma View (Visão) é na verdade uma visão sobre dados que já existem em uma tabela ou mais, sempre fruto de um comando SELECT. Como no exemplo a seguir onde temos uma tabela de estudante com vários campos imagine que seriam necessários para um relatório, apenas o nome do estudante e o ano de nascimento do mesmo. Como já ter isso pronto? Veja imagem anexo e tente reproduzir. #DigaNãoCOPYandPASTE #CTRL+C #CTRL+V

Criando uma Stored Procedure em MYSQL

A primeira coisa que temos que ter em mente é  “O que é uma Stored Procedure?” Praticamente todos os Bancos de Dados do mercado permitem que um desenvolvedor efetue novas implementações e funcionalidades no seu Banco. Uma das alternativas para que se consiga isso é através da criação de Procedimentos, que são códigos de programação que podem simplesmente mostrar a data e hora do servidor de banco de dados ou até efetuar cálculos complexos de impostos. Como eles estarão armazenados internamente no Banco de Dados, eles podem ser consumidos por qualquer programa que tenha acesso ao mesmo, de um cliente em JAVA ou até mesmo de um programa em PHP.

Visualize na sua mente, um sistema que possui App, Blog, Comércio Eletrônico, WebApp e ainda um módulo em Desktop, todos eles poderiam usar apenas o Procedimento Armazenado, que é chamado de Stored Procedure, com isso a lógica do negócio ficaria concisa e coesa.

Abaixo um passo a passo para Criação da Stored Procedure que recupera a data e hora do servidor e o dia da semana desta data. O Exemplo a seguir foi realizado com o uso do MySQL Workbench

Passo 01 – Criando a Procedure

Passo 02 – Escrevendo o Código da Procedure

Passo 03 – Aplicando o Código ao Banco de Dados

Passo 04 – Chegando no Fim

Passo 05 – A execução

USP investirá mais de um milhão em projetos na área de inteligência artificial

Reprodução: Jornal USP

A Pró-Reitoria de Pesquisa anunciou, no dia 29 de março, a relação dos contemplados no edital de apoio a projetos que fazem uso de sistemas digitais inteligentes. Foram selecionados 43 projetos, nos quais serão investidos, ao todo, recursos da ordem de R$ 1,5 milhão.

Foram contempladas pesquisas que fazem uso de sistemas digitais inteligentes (com recursos de inteligência artificial ou aprendizado de máquina) em áreas como políticas de saúde, medicina de precisão, cidades inteligentes, sistemas econômico-financeiros, ética e sociedade, mobilidade, modelagem molecular, planejamento de fármacos, energias renováveis, avaliação de dados gerais (incluindo dados científicos), entre outras.

Entende-se por sistema digital inteligente qualquer sistema que utilize dados e algoritmos de aprendizado de máquina para tomar decisões.

“O mundo inteiro está concentrando esforços na área de Inteligência Artificial. Em consequência dessa percepção, a USP definiu essa área como uma prioridade e está traçando ações articuladas para que as pesquisas sobre Inteligência Artificial sejam intensificadas. Para nossa surpresa, o número de projetos inscritos no edital foi muito superior ao esperado, o que demonstra o grande potencial da Universidade”, explicou o pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Roberto Accioly Canuto.

A Pró-Reitoria recebeu 109 inscrições para esse edital. Os projetos foram avaliados por 47 pareceristas ad hoc, todos pesquisadores na área de sistemas inteligentes de outras instituições de ensino e pesquisa. Após essa etapa, uma comissão avaliadora, composta de cinco especialistas, reuniu-se para indicar os projetos mais bem avaliados.

Para o reitor Vahan Agopyan, “uma das grandes vantagens da USP é a sua diversidade, e a Pró-Reitoria de Pesquisa está concentrando esforços para ampliar a interação e a sinergia entre os diversos grupos de pesquisa, mantendo sua individualidade”. O dirigente também anunciou que, por causa da qualidade dos projetos apresentados, o valor dos investimentos foi ampliado de R$ 1 milhão para R$ 1,5 milhão. Veja a matéria completa em: https://jornal.usp.br/institucional/usp-investira-r-15-milhao-em-43-projetos-na-area-de-inteligencia-artificial/